Qualidade de vida na terceira idade, além dos ossos

03/set

Todos sabemos que os ossos, além de sustentar o corpo e proteger os órgãos internos, proporcionam uma estrutura sobre a qual atuam os músculos, responsáveis pelos nossos movimentos. Portanto, toda a preocupação que surge acerca da saúde óssea, principalmente durante a terceira idade, também deve se estender à saúde muscular, pois ambos caminham juntos no que diz respeito à liberdade, mobilidade e qualidade de vida.  

Composto por ossos, músculos, tendões, ligamentos e articulações, o sistema músculo-esquelético possui uma dinâmica bem complexa, mas primorosa, capaz de executar várias ordens emitidas pelo cérebro, como o simples ato de mexer um membro ou até mesmo carregar peso. E, bem como os problemas ósseos mais conhecidos decorrentes da idade (osteoporose, por exemplo), também existe a Sarcopenia, que é perda natural e progressiva da massa muscular. Estudos dizem que, a partir dos 40 anos, há uma redução de cerca de 8% da massa muscular a cada década. Depois dos 70 anos, a porcentagem tende a aumentar para 15%!



Assim como os ossos, é importante cuidar da saúde dos músculos, lembrando sempre de consultar um profissional da saúde para que tenha as melhores orientações: alimentação, hábitos de vida saudáveis e uma suplementação adequada são fundamentais para viver mais e viver bem.